Escolinha: Colocando na creche com 1 ano de idade.

by - março 05, 2020


Oi oi!
Resolvi compartilhar minha experiência com meu bebê que começou desde fev/2020 em uma creche pública do meu bairro!
Porque todo o medo e insegurança que tive, muitas outras mães também tem.
Não é a minha primeira experiência, mas cada filho é um filho e acaba por muito vezes sendo diferentes experiências, como aconteceu comigo.

Porque colocar na escolinha tão "cedo"?
Não acredito que seja cedo, também não ouso falar que foi tarde.
Muitas mãe que precisam voltar a trabalhar, precisam deixar em creches ou com alguém conhecido aos 4/5 meses de idade.
Eu mesma já cuidei de uma bebê de 4 meses porque a mãe precisava trabalhar.
Aqui em casa eu não trabalhei até que ele crescesse mais um pouco. Hoje ele está com 1 ano e 9 meses, quando eu tive a oportunidade de coloca-lo em uma creche, pensei que seria a chance de poder trabalhar com mais tranquilidade e dedicação porque um bebê requer muita atenção.
E o Danilo é muito apegado a mim, ele não ia com ninguém, não interagia com outras pessoas, porque durante toda a vida dela até hoje só eu cuidava dele, era somente nós dois 24horas por dia.
E acredite, a creche tem ajudado muito nisso.


Fiquei com medo de colocar em uma creche pública?
A resposta para essa pergunta é não.
Como disse no começo, já tenho uma experiência, meu filho mais velho foi para a creche pública também, mas diferente do Danilo ele foi com 2 anos e 6 meses.
A creche sempre foi maravilhosa, as professoras, tias, cuidadoras, cozinheiras, todas um amores com as crianças, elas comiam bem, tomavam banho, faziam atividades e meu filho amava ficar lá.
Por ser pública temos um certo preconceito ou medo de que nossos bebês não sejam bem cuidados, mas isso pode acontecer em qualquer creche/escola, precisamos ficar 100% atentas em nossos filhos para perceber o mais cedo possível qualquer sinal que eles possam passar.

Como foi a adaptação do Dan?
Para quem não sabe, toda creche tem seu período de adaptação.
Onde os bebês/criança ficam em um curto período e muitas das escolas fazem essa adaptação juntos com os pais em sala e aqui não foi diferente.
Nas primeiras 2 semanas de aula os pais podiam ficar na sala com os babys, vendo toda a rotina, ajudando e claro com o intuito de fazer o bebê se sentir confortável naquele lugar novo.
Porque para eles é tudo novo, pessoas que eles nunca viram, muito barulho de outras crianças, não é a casa deles e não são os brinquedinhos deles. Por isso é necessário essa adaptação e também necessário que os pais participem e ajudem.
A adaptação do Danilo foi tranquila, enquanto eu podia ficar na sala, depois que os pais tinham que deixar eles só, ai começou o chororô.
E eu fico de coração partido em deixar chorando, até que um dia eu cheguei lá na sala dele sem que ele tenha me visto e lá estava ele quietinho se divertindo brincando enquanto eu estava sofrendo pensando que ele não parava de chorar. Então temos que entender que na hora da despedida tem o choro, mas eles acabam se acalmando.

E a amamentação depois que entrou na creche?
Quando eu consegui a vaga do Danilo na creche a primeira coisa que eu pensei é que ele precisava parar de mamar no peito pelo menos durante o dia, porque ele ira sofrer muito sem o "pepito" como chamamos aqui haha.
Foram umas 3 semanas de muito choro, uns "surtos" momentâneos lembrando do peito.
Mas para dormir eu não tirei, somente durante o dia.
Decidi tirar porque ele comia bem pouco, era muito peito o dia inteiro, depois que fiz o desmame diurno ele passou a comer super bem.
E na creche é a mesma coisa.

Como ele está hoje?
Bom, faz pouco tempo ainda porque teve muito recesso por conta do carnaval, mas eu posso dizer que eles está bem melhor do que no começo e que sei que a cada dia ele vai se adaptar mais a nova rotina.
A rotina da creche tem me ajudado muito em casa, como eu mostra lá no meu instagram, ele tem dormido muito mais cedo, antes ele dormia meia noite, meia noite e meia, hoje ele está dormindo as 8 da noite, tem dias que as 19h:30m ele já esta apagado no berço dele.
E isso me dá um descanso e claro, posso dar mais atenção ao meu filho mais velho para uma conversa, assistir filmes e séries juntos, como ele gosta e posso ter conversas com o maridão mais tranquila.
E o Danilo está interagindo melhor com pessoas comuns do nosso dia a dia, um lugar que ele não interagia com quase ninguém era na igreja, ele tinha medo de ser levado para EBI hahaha, mas hoje ele já está bem mais tranquilo quanto a isso e daqui a pouco será como o irmão que adora a ebi ♥
Além do desenvolvimento dele, ele é um menino muito esperto, mas agora já está aprendendo a comer sozinho e a fala dele está melhorando, antes reproduzia uns sons de bebê e agora vejo ele copiando o que falamos.

Como foi a busca pela creche?
Aqui no Rio de Janeiro podemos escolher quais creches públicas queremos matricular nosso filho, mas é realizado um sorteio, ou seja, onde sortear seu filho poderá se matricular.
O meu não conseguiu a vaga de primeira, mas foi para a fila de espera e foi chamado depois de alguns dias e para minha alegria completa, foi para a creche que eu realmente queria que ele fosse porque eu tinha ouvido falar muito bem e tinha muitos conhecidos com filhos matriculados lá.
Isso me passou mais confiança em deixa-lo.
Mas sempre busque referências, converse com pais de alunos, normalmente quando vamos em época de matricula sempre encontramos outros pais. Vá em redes sociais, procure opinião na internet.
É onde você irá deixar seu filho, então se dedique a achar um lugar bom.

Danilo indo feliz, nem parece que quando entra na escola chora hahah


A adaptação é a maior preocupação de todas as mães, realmente é de doer ver eles chorando só por querer ir pra casa com a gente.
Mas mãe, essa fase passa e eu posso garantir que se você ir até o fim chegará o dia que partirá mais ainda seu coração, o dia que ele irá entrar sem nem olhar pra trás e nem te dá um tchau, já passei por isso e me senti abandonada hahaha
Mas você irá ver seu/sua tesouro crescer e desenvolver!

Você tem um pequeno na creche? já passou por essa experiência? Conta ai nos comentários que pode ajudar outras mães.

Irei trazer mais dicas aqui no blog sobre maternidade e seus desafios, não deixe de seguir o blog e seguir nas redes sociais ♥


Beijus da Dri😘




You May Also Like

0 comentários.

Obrigada pela visita!
Já que chegou até aqui, deixe seu comentário sobre oque achou do post; ♥